A cidade ideal de Leonardo Bruni

Fabrina Magalhães Pinto

Resumo


Leonardo Bruni, chanceler e historiador de Florença, e um dos primeiros tradutores de Platão e Aristóteles no século XV, também é autor de um dos principais elogios da cidade de Florença deste período. Ao escrever a Laudatio florentinae urbis, em 1404, o humanista transforma Florença e seu governo no tipo ideal de cidade justa, bem ordenada, bela, e onde reina a liberdade e participação cívica contra todo tipo de tirania. Pretendemos neste artigo compreender a Laudatio não só como panfleto político e peça retórica defensora dos ideais republicanos num momento chave da história da cidade, mas também, como um dos textos precursores da constituição de Florença como modelo da cidade ideal; a cidade construída segundo a razão e perfeitamente adequada ao novo homem político e à cidade-estado que então florescia na Renascença italiana.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.