A Carta ao Conselho de Índias, de Vasco de Quiroga. Versão bilíngue

Geraldo Witeze Junior

Resumo


Neste artigo se apresenta a tradução da Carta al Consejo de Indias, escrita por Vasco de Quiroga em 1531, no início da colonização do México. Trata-se de um documento importante para pesquisa em história colonial, pois contém informações sobre a política espanhola nas Índias, bem como a percepção de um letrado sobre os índios e a situação colonial. Além disso, tem grande relevância para o campo dos estudos utópicos, já que ali se encontra a primeira menção à ideia de construir povoados exclusivos para os índios, o que mais tarde se converteria na primeira e mais longeva utopia americana.


Texto completo:

PDF

Referências


Fontes

AGUAYO SPENCER, Rafael. Don Vasco de Quiroga: Taumaturgo de la organización social. Seguido de un apéndice documental. México: Ediciones Oasis, 1970.

AGUAYO SPENCER, Rafael. Don Vasco de Quiroga. Documentos. México, D.F.: Editorial Polis, Biblioteca Mexicana, 1940.

AGUAYO SPENCER, Rafael. Don Vasco de Quiroga. Pensamiento Jurídico. Antología. México: Miguel Ángel Porrua, 1986. Edição e notas de José Luis Soberanes. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2016.

Don Vasco de Quiroga, legislador, hombre de la justicia y del derecho. México, D.F: Testimonio Compañia Editorial LXI Legislatura Cámara de Diputados, 2011.

QUIROGA, Vasco De. La utopía en América. Edição, introdução e notas de Paz Serrano Gassent. Madri: Dastin, 2002.

Referências bibliográficas

A Bíblia de Jerusalém. São Paulo: Paulinas, 1985.

BATAILLON, Marcel. Erasmo y España: estudios sobre la historia espiritual del siglo XVI. 2. ed. México: Fondo de Cultura Económica, 1966.

BRANDÃO, Eduardo; BERLINER, Claudia (Trads.). SEÑAS: Diccionario para la enseñanza de la lengua española para brasileños Universidad de Alcalá de Henares, Departamento de Filologia. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

CALDAS AULETE, Francisco J.; VALENTE, Antonio Lopes dos Santos. Dicionário online Caldas Aulete. Edição brasileira original: Hamílcar de Garcia. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2015.

CARVALHO, Helder Julio Soares De. Breves considerações acerca do léxico na Carta de Caminha. Revista Philologus, v. 4, n. 11, p. 38–51, 1998. Disponível em: . Acesso em: 4 jan. 2017.

COVARRUBIAS HOROZCO, Sebastián De. Tesoro de la lengua castellana o española. En Madrid: por Luis Sanchez, 1611. Disponível em: http://fondosdigitales.us.es/fondos/libros/765/16/tesoro-de-la-lengua-castellana-o-espanola/. Acesso em: 17 ago 2015.

DEALY, Ross. Vasco de Quiroga’s thought on war: its erasmian and utopian roots. Tese de doutorado – Indiana University, Bloomington, 1975.

Diccionario de la lengua española. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2015.

Genealogia FB: Listas de abreviaturas paleográficas e termos antigos. Disponível em: . Acesso em: 4 jan. 2017.

GRYSON, Roger et al. (Ed.). Biblia Sacra Vulgata. 5. ed. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 2007. Disponível em: .

REI AFOGADO. Wikipédia, a enciclopédia livre. [S.l: s.n.], 3 nov. 2016. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2017.

SERRANO GASSENT, Paz. Introducción. La utopía en Améria. Madri: Dastin, 2002. p. 5–57.

SILVA, António de Morais. Diccionario da lingua portugueza: composto. Lisboa: Impressão regia, 1831.

VILLAR, Mauro de Salles; FRANCO, Francisco Manoel de Mello; HOUAISS, Antônio. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

WARREN, Fintan B. Vasco de Quiroga and his pueblo-hospitals of Santa Fe. Washington, DC: Academy of American Franciscan History, 1963.

ZAVALA, Silvio Arturo. Recuerdo de Vasco de Quiroga. México: Editorial Porrúa, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.