A viagem e a utopia na arquitectura social da razão

Teresa Mora

Resumo


Através da leitura conjunta de textos fundadores da ciência e narrativas da sociedade utópica, do século XVII, a relação entre a viagem e a utopia é pensada com enfoque no processo discursivo de elaboração do conhecimento, aos níveis do sujeito, do percurso e do objecto construído (a ciência, a sociedade), e estudada pela óptica da continuidade entre a geografia ambígua da razão e a arquitectura ambivalente da ordem social edificada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.