v. 11, n. 2 (2016)

Dossiê: Traduções brasileiras de obras do Renascimento (parte II)

 

 

Sumário

Dossiê: Traduções brasileiras de obras do Renascimento (parte II)

Interpretatio Linguarum, o mais completo tratado renascentista sobre tradução PDF
Mauri Furlan 11-56
A crítica da fama na epístola Familiar 1.2 de Francesco Petrarca PDF
Bianca Fanelli Morganti, Sérgio Xavier Gomes de Araújo 57-82
Traduzindo a Utopia, de Thomas Morus: ritmo e poética PDF
Leandro Dorval Cardoso 83-95
Apontamentos em torno de uma tradução brasileira de Il Cesano (1555), de Claudio Tolomei PDF
Fernanda Suely Muller, Lívia de Lima Mesquita 97-109
A corografia da cidade de Orbe PDF
Yvone Greis 111-177
História da doença, ou antes mortandade, que ocorreu no ano do Senhor de 1348, de Gabriele de’ Mussis. Versão bilíngue PDF
Tiago Augusto Nápoli, Adriano Scatolin 179-200
Segundo livro do Tratado sobre os animais e sobre a excelência do homem (1579), de Ambroise Paré. Apresentação e tradução dos capítulos XXI a XXVI. Versão bilíngue PDF
Maria Célia Veiga França 201-226
A tradução de expressões arcaicas da língua inglesa em The Unfortunate Traveller: or, The Life of Jack Wilton PDF
Karina Gusen Mayer 227-241
O Elogio da cidade de Florença (Laudatio Florentinae Urbis), de Leonardo Bruni PDF
Fabrina Magalhães Pinto 243-335
Leonardo Bruni e a tradução no humanismo italiano PDF
Renato Ambrosio 337-370

Monografia

The Prince of Utopia, Thomas More’s Utopia and the Low Countries PDF
Maarten Vermeir 371-488

Artigos avulsos

Viagem à Lua: utopia, viagem imaginária e o mundo de ponta-cabeça em Cyrano de Bergerac PDF
Silvia Liebel 489-512
The Man in the Moone: missionação anglicana e imperialismo britânico no governo dos primeiros Stuart PDF
Bruna Pereira Caixeta 513-554
A Cocanha de Hans Sachs PDF
Julia Ciasca Brandão 555-573
La donna, la famiglia e l'educazione nell'utopia di Ludovico Zuccolo PDF
Katia Senjic 575-589
Osíris e o fim do Renascimento PDF
Nicola Gardini 591-605
O jogo de palavras nos Sermões de Santo Agostinho PDF
Christine Mohrmann 607-628

Resenhas

Os Dois Primos Nobres, de William Shakespeare (1564-1616) e John Fletcher (1579-1625). Tradução: José Roberto O’Shea. São Paulo: Iluminuras, 2017, 198 p. PDF
Lavinia Silvares 629-636
Lessico critico dell’ Orlando Furioso, Annalisa Izzo [org.], Roma: Carocci, 2017, 443 p. PDF
Márcio Henrique Vieira Amaro 637-640